COMPARTILHAR

No começo da Youse, quando ainda nem tínhamos a ideia de cores, universo verbal e visual e muito menos de como a empresa iria se chamar, observamos que toda aquela iniciativa e vontade de fazer diferente foi envolvendo todo mundo. Rapidamente, esta “empresa digital” se tornava curiosidade nos corredores da Caixa Seguradora, onde tudo começou. Como somos uma empresa com uma Plataforma de Marca autêntica, que já nasce na terceira onda do branding, na qual o ecossistema de valor anda junto com a relevância e não desgruda do propósito, precisávamos ter uma área que respondesse à altura.

A tarefa pode parecer simples se tivéssemos adotado o que a maioria das empresas faz: chamar a área de Marketing Institucional. Mas não era isso! Não combinava. Vamos fazer um teste? Quando você se depara com um departamento de Marketing Institucional, qual a primeira impressão em relação àquela empresa? A empresa é um transatlântico, grande, decisão e ação acontece de forma lenta e morosa. Ou você pensa num iate que é leve, ágil e entre a decisão e a ação praticamente não tem delay? Logo, Marketing Institucional está para um transatlântico assim como Brand Experience está para um iate. Entendeu como nasceu essa nova área?

Aqui, temos o compromisso com o nosso propósito de empoderar as pessoas para ousarem mais, pois ele sempre será maior que nossos produtos, por isso a Youse precisava de mais. Ela precisava de uma área que tivesse um cunho estratégico e que absorvesse toda essa responsa.

Começamos uma pesquisa para encontrarmos um nome que resumisse tudo isso. Olhamos todas as áreas institucionais destas empresas da nova economia, mapeamos e fizemos um grande benchmarking. Não ficamos satisfeitos com o que encontramos, resolvemos deixa-lo de lado, respiramos fundo e não desistimos, pois sabíamos que alguma hora iria aparecer. Dito e feito. Depois de ler vários artigos um deles me chamou a atenção pela palavra “Brand Experience”. Um termo que não é novidade para ninguém deste segmento, mas percebi que ali conseguiríamos traduzir de fato o que estávamos buscando: criar experiências de marca únicas para todos os nossos públicos. Logo, fazia total sentindo transformar este termo em uma área de uma empresa.

Agora tínhamos um outro desafio, validar isso com o restante da Youse,mas estávamos convictos que não teríamos problemas, pois tudo se amarrava.
Ali nascia a área de BX | Brand Experience da Youse.

Uma área na Youse para facilitar, orientar, planejar, executar e monitorar as estratégias e ações da Marca que impactam clientes e comunidade que se relacionam com a gente, garantindo consistência e aderência à Plataforma da Marca.

Nosso Guia de Marca é nosso livro de cabeceira assim como o Universo Verbal e o Universo Visual são nossos mantras.

Somos uma área polvo, a nossa relação e interação acontece, praticamente, com todas as outras áreas da Youse. Para o BX compete toda gestão da marca, definição estratégica de atuação nas redes sociais, assessoria de imprensa, marketing e redação de conteúdo, parcerias e co-branding e a mídia de branding on e off.

A Youse segue na vanguarda do novo comportamento de consumo. Queremos nos relacionar com nossos clientes de forma natural, sendo a marca que eles querem seguir e não aquela que segue a eles, oferecendo serviços e conteúdos inteligentes e relevantes, personalizados. Obviamente, sem esquecer de respeitar os limites. Caso contrário, a sua marca corre sério risco de ser bloqueada.

Uma tarefa difícil, mas minimizada quando as empresas passam a dar a devida importância para sua própria marca e destacam uma área para ser a guardiã e fiel escudeira.

Comentários do Facebook

Comentários